apoia!
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
22.07.09

Malas feitas e vooooar! Assim começa a minha aventureira viagem a Barcelona, cidade de topo.

 

A viagem correu bem, com direito a aplausos assim que o avião parou - Ok, não me consigo mentalizar que sempre que exista uma aterragem se tenha de aplaudir, mas porquê? Sempre ouvi dizer que avião onde exista Português tem palmas no fim da viagem, talvez comece a acreditar!

 

Bem, o calor fez-se sentir logo que coloco o primeiro pé fora do avião - pela temperatura previa uns dias em grande e muita água!

Transportes e viagens á parte (sim porque ainda tive de fazer 1h e qualquer coisa de autocarro de Girona até Barcelona), foi altura de me fazer ao caminho e ir imediatamente à pousada fazer o check in e guardar a mala que incrivelmente estava pesada  - um pouco menos porque uma senhora muito engraçada, vestida de seguranca decidiu vasculhar as minhas coisas antes da partida porque deve ter visto alguma coisa suspeita, talvez a maquina de barbear fosse parecida com uma pistola! Bom não sei, apenas assisti a uma autêntica violação, sim porque estava a mexer nas minhas coisas, para além de me ter dessarumado tudo que estava milimetricamente colocado. Resumindo, o shampoo e o gel de banho ficaram pelo Porto.

 

Chek in feito é altura de ir ao quarto - 9º piso, aspecto moderno, limpo e com uma imagem muito agradavel. Adorei a estética.

Algumas camas dessarrumadas por sinal - mas a minha não, até porque me entregaram os lençóis na recepção e portanto foi a minha própria pessoa a fazer o seu ninho!

 

Partida: destino? nenhum.

De mapa na mão e com um calor imenso decido partir para a estação mais próxima - sim, nestas viagens o metro é o meu melhor amigo!

Bom, apanho uma coisita qualquer, que me leva ate à Cidade Olimpica - perfeito!

Sol, calor, mar, praia, ingredientes mais do que suficientes para acreditar que tinha começado bem a tour!

 

Só quem sabe que aquela zona era antes de 1992 um local pouco agrádavel e sem qualquer utilidade lúdica  é que percebe a mudança que existiu - mudanca a nivel fisico porque o espaço foi aproveitado de forma útil, mas tambem mudança de hábitos, porque as pessoas passaram a utilizar esta zona como local de praia, passeio a pé, de bicicleta, noites de divertimento intenso.

 

Eu?eu vi gente bonita, descomplicada, alguns de fato, outros sem camisola.

Vi muitos a caminhar, outros tantos de bicicleta e todos como eu: a desfrutar!

 

Passo levemente pela Barceloneta, porque a visita ficará para outro dia, ate porque tinha uma objectivo traçado (pelo caminho!) de fazer  o Bairro Gótico e La Ribera. Alguns minutos depois deparo-me com um shopping. De facto sou perseguido por este bixo consumista! E mais uma vez deixou-me levar e entro.

Apesar do traço comum a tantos outros shoppings, existem algumas diferenças que tornam este espaco, de nome Maremagnun diferente. - junto ao mar, amplo e semi aberto. Bom, o fluxo é o que imaginam...muita gente!

 

Fiz uma pausa para almoçar, porque os pés ( e a barriga ) pediam qualquer coisa, e eu fiz-lhes o favor. Mas como sou muito mau feitio, fui ao macdonalds.

 

Hora de prosseguir caminho - Entro entao para a zona de La Ribera e começo a ficar fascinado com aquelas ruas estreitas, onde as lojas predominam, como se fizessem parte da história que aquelas paredes contam -  de facto fazem - a história presente e futura, de certa forma aliada ao passado turbulento, vivido por pessoas tão diferentes, mas tao iguais.

 

Pelo caminho vou percebendo que existem 2 coisas que me irritam - as bicicletas e as buzinadelas. São tantas as pessoas a andar como as bicicletas a meterem-se no meio de nós...a dada altura da minha caminhada pensei mesmo que uma daquelas viaturas me deitaria abaixo, mas não, as pessoas são peritas e ágeis na conducao por sinal.

Quanto às buzinadelas, bem, fizeram-me alguma confusão mas habituei-me rápido, tal era a minha ânsia em ver as coisas! Mas demonstra alguma impaciência deste povo.

No porto nao há nada disto pois não??

 

Várias ruas cruzadas (e alguns golos de água) deparo-me com uma peça única - a Catedral de Barcelona, em obras é certo, mas imponente. Faco uma breve visita ao interior e rumo ao interior do Bairro Gótico. Sensação? Arrepios! Sim, porque a beleza das ruas, das lojas inteligentememte decoradas, dos produtos (alguns deles únicos e inovadores) lançou na minha pele este efeito.

 

Coincidência ou não, vaáias vezes aquelas ruas minúsculas encaminhavam-me para La Rambla,naturalmente que me desviei sempre, porque essa visita seria para outro dia.

 

As ruas pedonais predominam, as pessoas abundam e a boa energia passa, sente-se! Várias culturas, varios idiomas, varios estilos, uma única vontade: viver intensamente. 

A visita continua e a passagem por locais como o Hard Rock Cafe, a Praça de Catalunha, a Casa Battló e a La Pedrera sao inevitáveis - estou em êxtase.

 

Alguns bancos serviram de ajuda pois as pernas pediam de 2 em 2 horas descanso e que bem que sabia - até porque esses momentos eram aproveitados para respirar este ar e observar as pessoas - que intencionalmentye ou não são descontraidas por natureza! Bem dispostas, imagem cuidada, estilos pensados e tendencialmente demonstrativos da moda actual (ou nao!). Facto é que as pessoas cativam-me e isso torna este local inesquecivel.

 

O caminho prossegue, já em direcção á pousada porque o tempo (e o sol) estavam a esgotar-se e por uma questão de segurança decidi não sair á noite neste primeito dia.

 

Muitas letra depois, resumo tudo numa so palavra:  Fascínio!

Estou e quero continuar com ele!

 

Até amanhã!

Bu

 

 

 

publicado por vidaebuba às 01:48

a vida no seu melhor...ou pior!
mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
actualiza-te
ouve
controla
visitas
subscrever feeds
blogs SAPO